Veja a avaliação de nossos usuários sobre a 99Contratos

626 Avaliações

Dúvidas Frequentes

Ver a prévia do Contrato

Editar o Contrato

Salvar dados para continuar depois

Restaurar dados salvos

 
 
DÚVIDAS FREQUENTES
Clique nas perguntas abaixo ou nos envie sua pergunta para contato@99contratos.com.br.
Para retornar clique fora deste quadro ou no X ao lado.
salvar sessão contrato

Salvar dados para continuar depois

restaurar sessão contrato

Restaurar dados salvos

restaurar sessão contrato

Concluir contrato

descrição salva sessao

Os dados preenchidos serão salvos em uma sessão acessível somente por você.

Utilize um e-mail e uma senha para que os dados sejam armazenados com segurança, e assim, utilizando eles você poderá continuar o preenchimento do contrato em outro momento.







 



PACTO ANTENUPCIAL






Entre:


, solteira, nacionalidade: , profissão: , n.º , expedida por , CPF n.º , residente em: ___________________,
doravante denominada PRIMEIRA NUBENTE,

e:

, solteira, nacionalidade: , profissão: , n.º , expedida por , CPF n.º , residente em: ___________________,
doravante denominada SEGUNDA NUBENTE, em conjunto denominados NUBENTES.


As nubentes acima qualificadas, ambas signatárias, maiores e capazes, em pleno gozo de suas faculdades mentais, e de acordo com suas vontades, firmam entre si o presente pacto antenupcial que se regerá nas cláusulas e condições abaixo descritas.



CLÁUSULA 1ª - DO PACTO

As nubentes, tendo em consideração os convênios mútuos, promessas e atos a serem executados por cada um individualmente, livremente concordam com os termos e condições do presente pacto antenupcial.

Parágrafo único. As nubentes mutuamente declaram ciência que lhes é facultado, de acordo com o artigo 1.639 do Código Civil, antes de celebrado o casamento, escolher o regime de bens e estipular, quantos a estes, o que licitamente aprouver.


CLÁUSULA 2ª - DO REGIME DE BENS

O regime de bens do casamento será o de comunhão parcial de bens, de modo que todos os bens móveis, ou imóveis, adquiridos por quaisquer das nubentes, após o início do casamento passarão a pertencer a ambos mesmo que no documento de aquisição conste apenas o nome de um das nubentes.

§ 1º. Não haverá comunhão patrimonial entre as nubentes quanto aos bens e direitos adquiridos a título gratuito e os sub-rogados em seu lugar.

§ 2º. Todos os bens e direitos particulares de cada nubente adquiridos antes do casamento não se comunicarão, em hipótese alguma, com os bens adquiridos na sua vigência.


CLÁUSULA 3ª - DOS ALIMENTOS

As nubentes neste ato renunciam de forma irretratável e irrevogável, a qualquer ajuda material a título de alimentos em caso de dissolução do casamento por quaisquer de suas formas, resguardado o direito dos filhos comuns porventura existentes.


CLÁUSULA 4ª - DA VIGÊNCIA

O presente pacto antenupcial passa a vigorar com a celebração do casamento civil entre as nubentes e permanecerá em vigor até quando referido casamento for considerado extinto.

Parágrafo único. Ac acacaca cac acaca caca cacaca cacac acaca ca cac acacaca caca cacaca ca caca cac acac ac acacacac aca cacacaca cacac acacaca caca cacaccaa.



CLÁUSULA 5ª - DO FORO

Fica desde já eleito o foro da comarca de , para serem resolvidas eventuais pendências decorrentes deste instrumento.

Ac acacaca cac acaca caca cacaca cacac acaca ca cac acacaca caca cacaca ca caca cac acac ac acacacac aca cacacaca cacac acacaca caca cacaccaa.


E para constar, com a intenção de estarem legalmente e completamente cientes e comprometidos, assinam o presente acordo, de livre e espontânea vontade, na presença das testemunhas abaixo qualificadas, que também o subscrevem.



, .




PRIMEIRA NUBENTE:   




SEGUNDA NUBENTE:   



TESTEMUNHAS:



1.   
CPF:




2.   
CPF:










FALTOU ALGO EM SEU PACTO ANTENUPCIAL OU TEM ALGUMA DÚVIDA?

Não se preocupe!

Caso necessite de ajustes no documento, ou precise de cláusulas e/ou condições que não lhe foram apresentadas na formulação do seu documento, nosso time pode te ajudar com o que precisar.

Conte com o nosso suporte para ajustes e orientações nos contatando pelo e-mail contato@99contratos.com.br.





RECOMENDAÇÕES PARA ESTE DOCUMENTO:
Estas recomendações acompanharão o seu pacto antenupcial em folha separada.

Este pacto deverá ser lido com atenção e assinado por todas as partes envolvidas.

Sejam efetuadas rubricas nas folhas deste documento, assim como nas folhas de qualquer anexo que faça parte deste instrumento, que não contenham as assinaturas das partes envolvidas, evitando-se assim possíveis alterações no pacto acordado.

Recomenda-se para uma maior segurança, mesmo não sendo obrigatório, o reconhecimento da firma (assinatura) de todas as partes envolvidas em cartório.

Devem ser levados para um cartório, o pacto antenupcial e os documentos de identificação das partes.

Caso a parte já tenha sua firma (assinatura) reconhecida em cartório, deve-se levar somente o pacto antenupcial para o mesmo, e solicitar a autenticação da assinatura.





O QUE FAZER APÓS A CRIAÇÃO DO PACTO ANTENUPCIAL



Após o preenchimento completo do documento, ou seja, sem campos em branco, o pacto antenupcial deverá ser assinado por todas as partes envolvidas, incluindo as testemunhas.

Recomenda-se que uma cópia do documento seja entregue para cada um dos nubentes.

Recomenda-se, também, que acompanhem o pacto antenupcial cópias dos seguintes documentos:

• Documento de identificação de todas as partes que assinaram;

• CPF de todas as partes que assinaram.




OS REGIMES DE COMUNHÃO DE BENS



No pacto antenupcial os nubentes (noivos) têm a liberdade de decidirem livremente entre si as regras patrimoniais do seu matrimônio.

Podem, por exemplo, optar pela excluisão da comunicabilidade de determinado patrimônio, como imóveis, e deixar os outros comunicáveis.

De acordo com o Código Civil em seu artigo 1.640, se os conviventes não especificarem um regime de bens para o seu matrimônio ficará definido por direito que a relação será regida pela comunhão parcial de bens.

Os regimes de bens permitidos para o matrimônio que os nubentes podem escolher são:

•  Comunhão parcial de bens: os bens adquiridos após a data da união serão comuns ao casal, e todos os bens adquiridos antes da união permanecem de propriedade individual de cada um.

•  Comunhão universal de bens: os bens atuais e futuros de ambos serão comuns ao casal.

•  Separação total de bens: os bens atuais e futuros dos cônjuges permanecerão de sua propriedade individual.

•  Participação final nos aquestos: os bens permanecem próprios de cada parceiro. Na dissolução da relação os bens que foram adquiridos durante ela serão partilhados.

•  Personalizado: de acordo com o artigo 1.639 do Código Civil, é permitido aos nubentes estipular o que licitamente desejarem, ou seja, podem não escolher um dos regimes acima citados e personalizar como desejam que será a administração de seus bens individualmente.




A PENSÃO ALIMENTÍCIA



Pode-se em documento especificar que um dos parceiros se compromete a pagar um determinado valor, e por um determinado tempo, para que o outro parceiro possa manter a sua condição sócio econômica.

O valor da pensão pode ser decidido de acordo comum entre as partes.



AS VANTAGENS DO PACTO ANTENUPCIAL



Ao iniciar um matrimônio com as regras patrimoniais claras entre os nubentes é não somente recomendado, mas como é saudável para a relação que está se iniciando.

Com este instrumento evita-se mal-entendidos que possam surgir durante o casamento, tornando a relação transparente desde o seu início.



QUEM DEVE FAZER O PACTO ANTENUPCIAL?



Este instrumento é recomendado para qualquer um que tenha uma necessidade de proteção patrimonial.

Somente os que tiverem mais de 70 anos de idade estão não podem firmar um pacto antenupcial, pois neste caso o regime obrigatório por lei será o de separação total de bens.



E SE O MATRIMÔNIO NÃO ACONTECER?



Se o pacto antenupcial for elaborado e posteriormente o matrimônio não ocorrer, o pacto gerado será considerado como ineficaz, exceto se os nubentes passarem a ter uma união estável.

Neste último caso, o pacto antenupcial gerado será aproveitado para especificar as regras do regime de bens da união estável.



O REGISTRO DO PACTO ANTENUPCIAL



Deverá o pacto antenupcial, depois de preenchido e sem conter lacunas, ser legado para um Cartório de Notas, e nele seja feita a escritura pública.

Caso não ocorra este registro o pacto antenupcial será considerado sem validade, ou seja, nulo.

Quando ocorrer o casamento civil deverá os nubentes levar o pacto antenupcial ao Cartório de Registro Civil onde irão casar.

Os Cartórios de Registro existem os documentos listados abaixo, originais ou cópias autenticadas:

•  Documento de identidade dos nubentes;

•  CPF dos nubentes;

•  certidão de casamento atualizada caso um dos nubentes seja divorciado ou viúvo;

•  certidão de óbito do cônjuge falecido caso um dos nubentes seja viúvo.







Dúvidas? Entre em contato conosco pelo e-mail contato@99contratos.com.br, ou pela opção de contato localizado no menu em nosso site.

O nosso atendimento é realizado de segunda a domingo, das 8h à meia-noite.



© 2020 - Todos direitos reservados - 99Contratos - Seu documento personalizado!