Como funciona o despejo de locatário em 15 dias por liminar?

Existe uma forma de despejar um locatário inadimplente com uma liminar, e só leva 15 dias! Mas como funciona?

Artigo
 


Como funciona o despejo de locatário em 15 dias por liminar?

Continua após a publicidade
Artigo como calcular multa rescisão

Q uando nos deparamos com uma situação em que precisamos reaver um imóvel alugado, sempre temos em mente que este processo demora, e muito! Mas nem todas situações necessitam da espera da Ação de Despejo, visto que muitas locações podem ter o despejo com o prazo simples de 15 dias.

Mas deve-se prestar atenção ao fato de que este tipo de despejo, o que utiliza-se uma liminar, não é para todas as locações, devendo obedecer algumas condições que vamos debater melhor neste artigo.

Quais as situações permitidas?

Para que seja possível a utilização de uma liminar de despejo deve-se, de acordo com a Lei do Inquilinato (8245/91), se encaixar em uma das seguintes situações:

I. Quando o imóvel foi alugado pela empresa para que o empregado nele habite e o contrato de trabalho é encerrado.
II. Caso a locação seja para temporada e o locador não quiser continuar com a locação, e ainda assim o inquilino não sair, deve-se solicitar esta liminar dentro de 30 dias após o término do contrato, e assim ter o direito do despejo em 15 dias.
III. Se existir necessidade de demolição ou reparo urgente no imóvel solicitado pelo Poder Público e o locatário se recusar a sair do imóvel.
IV. Se na locação existir uma garantia, como por exemplo fiador ou caução, e esta garantia for perdida. Neste caso, se o locatário for notificado e não apresentar uma nova garantia em 30 dias o contrato fica sem garantia e o locador poderá sim solicitar esta liminar, e isso independe se o pagamento do aluguel estiver sendo feito pontualmente ou não.
V. Quando locador e locatário fizeram um acordo para a desocupação do imóvel de pelo menos 6 meses e passado este prazo o locatário não sair do imóvel.
VI. Se ocorrer o falecimento do locatário e este não tiver sucessor. Caso no imóvel residam pessoas sem autorização, como por exemplo sublocatários, estas pessoas poderão ser despejadas com a liminar. Esta situação não se aplica para herdeiros ou cônjuges.
VII. Se o locatário sublocar o imóvel e o contrato de locação original se encerrar e o sublocatário permanecer no imóvel. O locador poderá solicitar a liminar para a saída do sublocatário.

Mas e a liminar de despejo por falta de pagamento?

Sim! Existe uma situação que permite a saída por meio de liminar em caso de falta de pagamento do aluguel. Mas não é qualquer situação de falta de pagamento que permite esta liminar, e por isso resolvemos tratar este assunto de forma separada.

Para que seja permitida a solicitação de liminar para a saída do inquilino em caso de falta de pagamento, o contrato não pode conter nenhuma das garantias previstas, são elas: caução, fiança, seguro e cotas de fundo de investimento.

Assim, somente será permitida a liminar para o despejo caso o contrato se encontre sem garantia, seja por opção inicial do contrato, seja porque a garantia foi perdida e não apresentada nova pelo locatário.

Se o contrato tiver previsto uma garantia e ocorrer a falta de pagamento do aluguel então para se retirar o locatário deve-se utilizar uma Ação de Despejo (clique no link para saber mais).

A Ação de Despejo é prática e eficiente, mas demora mais que os 15 dias da liminar, sujeitando assim o locador a ficar mais algum tempo sem o recebimento do aluguel.

Continua após a publicidade

Conclusão

Analisando este cenário verifica-se que por mais confuso que possa parecer, uma locação sem garantia pode ser vantajosa para o locador, visto que neste tipo de cenário o locador pode despejar o inquilino muito mais rápido do que se tiver uma garantia.

Se você tiver qualquer dúvida ou queira comentar sobre este artigo vá na sessão de comentários logo abaixo, respondemos bem rápido para você!

Curtiu nosso artigo?

Deixe a sua curtida, assim o nosso time saberá que o artigo foi útil e nos motivará à criar novos para ajudar você.

Confira também nossos outros artigos sobre o tema.


Nossos Contratos Busca um contrato personalizado?
Utilize um dos nossos:
•  Locação Residencial

•  Locação para Temporada

•  Hospedagem

•  Locação de Veículo



Publicidade



Continua após a publicidade

Sobre nós!

A 99Contratos é uma LegalTech 100% nacional, criada e desenvolvida pensando no público brasileiro.

Nosso time é formado por especializadas em documentos legais e profissionais apaixonados por novidades que possam ajudar o dia a dia de todos.

Atualmente somos a maior plataforma para a criação de contratos personalizados e documentos legais de forma automatizada do Brasil.

footer email

Qualquer dúvida entre em contato conosco pelo e-mail contato@99contratos.com.br, ou pela opção de contato localizado no menu em nosso site. O atendimento é realizado de segunda a domingo, das 8h à meia noite.

© 2018 - Todos direitos reservados - 99Contratos - Seu documento personalizado!